9 Dicas para elaborar projetos escolares.

Tempo de leitura: 6 minutos

A elaboração de um projeto educacional estimula habilidades e cultiva conhecimentos nas escolas, permitindo integrar os alunos com diferentes atividades que estimulam habilidades e trabalham o desenvolvimento emocional. Os projetos escolares têm o objetivo de sair da retórica teórica e permitir aos alunos colocar em prática o conhecimento adquirido em sala de aula.

INFOGRAFICO PLANEJAMENTO ESTRATEGICO

O que são projetos escolares?

É um tipo de planejamento de tempo e situação que envolve uma situação problemática para ser resolvida, e tal solução ocorre através da articulação de propósitos didáticos e sociais. Portanto, a elaboração de um projeto escolar tem como objetivo trazer uma ideia teórica para a realidade, podendo ser uma exposição, um livro, uma peça etc.

Ou seja, tem a sua função didática, que é o que os alunos aprenderão com essa atividade, e o seu propósito social, o produto final que trará alguma mudança ou inserção na realidade social e será apreciado por alguém. É uma ação temática, realizada com o objetivo de mesclar educação e ação social.

Projetos escolares vêm se tornando cada vez mais requeridos em ambiente escolar, se tornando um elemento essencial a ser trabalhado e incentivado na gestão escolar. Redes de todo o país estão acrescentando em seus currículos projetos que serão efetivados durante o ano letivo.

Para produzir projetos escolares de qualquer natureza, é necessário ter em mente:

  • Tema;
  • Objetivo;
  • Tempo gasto para a concretização da ideia;
  • Quais conteúdos usar;
  • Apresentação da proposta;
  • Planejamento;
  • Produto final.

Neste artigo, apresentamos 9 dicas para produzir projetos escolares que façam a diferença para os seus alunos e a sociedade em geral.

1 – Elabore um tema que converse com o conteúdo

Delimite o tema e o assunto que será pesquisado, ligue-o com uma específica disciplina ou mais de uma disciplina escolar, tendo em mente estimular a conexão entre o aprendizado dentro de sala e o ambiente social.

Nem todo o projeto precisa ser multidisciplinar. Um projeto com foco em apenas um conteúdo também é muito válido, as pesquisas são mais aprofundadas e bem direcionadas, a “não interdisciplinaridade” não desvaloriza o seu projeto.

2 – Crie um calendário e um cronograma

Projetos escolares precisam de um cronograma com prazos bem estabelecidos para cada atividade e delimite a duração do trabalho. Esse ponto é muito importante para um melhor desenvolvimento da proposta e alcance de resultados.

Faça o seu próprio calendário no Google Agenda ou crie uma planilha que conste as alterações, datas e mantenha em mente o objetivo final, sem extrapolar prazos.

O projeto pode durar um dia, meses ou até mesmo apenas uma semana, mas certifique-se de que esse é o tempo necessário para a efetivação de todas as etapas da ideia inicial.

3 – Faça uma boa referência bibliográfica

Projetos escolares precisam de uma boa bibliografia, portanto, selecione os materiais que serão utilizados, como sites e livros de consulta. Ter referências boas, como autores conhecidos, sites especializados e artigos, pode ajudar a construir uma boa justificativa para a implementação do projeto.

Sites como Scielo ou o Google Acadêmico e portais de pesquisa das universidades federais, disponibilizam artigos que podem ajudar na fundamentação teórica.

4 – Foque no conhecimento dos alunos

Os seus alunos têm que ser os principais agentes do projeto. São eles quem participarão efetivamente, portanto, tenha clareza e certeza de que eles estão preparados. Sonde o que os alunos conhecem sobre o tema tratado, apresente correlacionando com a sala de aula.

5 – Crie atividades que respondam perguntas chave

“O que?”, “Como?”, “Por quê?”, “Quando?”, “Onde?”, “Quem?” e “Com o quê?”. Esses questionamentos te ajudarão a guiar o projeto de forma a torná-lo conciso e direto.

Tenha certeza do que será realizado, descreva os métodos que serão utilizados e para que estão sendo feitos. Estabeleça a data correta de quando dentro do ano letivo será realizado, explique onde será feito, descreva o local necessário para a realização das atividades, deixe claro quem estará envolvido e realizará as atividades; e por fim, detalhe quais materiais serão utilizados e os recursos necessários para desenvolver a atividade.

6 – Realize projetos escolares integrativos e colaborativos

Todos podem ser convidados a participar e colaborar com o seu projeto. Para além dos alunos, insira também professores, pais, membros da comunidade em que o projeto está inserido, todos aqueles que o rodeiam.

A construção de fortes projetos escolares se baseia em incentivar a participação dos alunos e do corpo docente. Torne-os protagonistas.

Crie uma multidisciplinaridade, inclua diferentes idades, envolva alunos de diferentes séries em uma equipe, estimule a comunicação e a troca de ideias. Um aluno mais novo pode aprender com um mais velho, são perspectivas diferentes que se encontram. Colocar pais em projetos escolares como protagonistas também fortalece a concretização.

7 – Metodologia: pense em como serão feitas as ações

Para além de pensar nas explicações teóricas, é imprescindível pensar nos meios de realização e concretização do projeto. É importante pensar no planejamento e como ele será trabalhado, e quais meios serão utilizados para que os objetivos finais sejam atendidos.

Seguir um roteiro também é importante para assegurar que todas as atividades e métodos não saiam dos eixos.

8 – Pense em como será feito o acompanhamento do projeto

Selecione alguém para acompanhar e avaliar todas as etapas do projeto. Tudo deve ser registrado. O projeto tem que mostrar resultados e para isso, é preciso registrar tudo o que está sendo feito, por meio de reuniões de acompanhamento, relatórios e entre outros métodos de medir a eficácia e importância da ação.

Passo-a-passo-para-implementar-o- Planejamento-Estratégico-em-escolas-e-cursos-particulares

9 – A relevância e permanência do produto final

Não é apenas criar projetos escolares que produzam qualquer produto final. Eles têm que ter relevância e permanecer de forma a criar vínculos sociais e de aprendizagem com a sociedade que o rodeia.

Certifique-se de que o seu projeto pode beneficiar a comunidade de alguma forma. Alguns são tão bem-sucedidos que continuam sendo realizados e tornam-se referências para o currículo do colégio, melhorando sua imagem, além de transformarem o aluno em um cidadão completo.

Realize bons projetos escolares e faça com que sua escola participe efetivamente de mudanças sociais e se fortifique na função social de educar inserindo na sociedade.

LEITURAS RECOMENDADAS:

Guia completo: o que é rotina na educação infantil?

Como definir o calendário escolar? Entenda mais!

Tecnologia na educação infantil: como as escolas devem lidar?

Aproveite e curta também o nosso Facebook, siga-nos no Twitter e no Instagram e acompanhe nosso canal no Youtube! Para curtir o Proesc no Facebook, é só clicar no botão Like Page a seguir.

O que achou desse conteúdo? Deixe seu comentário