Como está sendo aplicada a Internet das Coisas na educação?

Tempo de leitura: 7 minutos

Você já reparou que a tecnologia está cada vez mais integrada ao ambiente educacional? O uso da robótica, da gamificação (elementos de jogos no processo de aprendizagem) e da Internet das Coisas na educação está entre as principais características do que chamamos de escola do futuro.

Banner-guia-definitivo-para-a-captacao-de-alunos (1)

De fato, a Internet das Coisas (IoT na sigla em inglês) consiste no mais recente recurso tecnológico que vem revolucionando a educação. Para se ter uma ideia da importância desse conceito, ele foi destaque nas três últimas edições do Bett Brasil Educar, o maior evento de educação e tecnologia da América Latina.

Mas, afinal, do que se trata esse recurso tecnológico? O quão perto ele está da nossa realidade? Qual é sua relação com o mundo escolar? Se você, professor, coordenador ou diretor, quer entender como a Internet das Coisas pode ser aplicada na educação, não deixe de conferir nosso artigo!

O que é Internet das Coisas e como ela está ajudando na educação

A Internet das Coisas, como o nome diz, se refere à tecnologia que está em tudo que nós usamos, proporcionando uma verdadeira fusão entre o mundo real e o digital. Na prática, o termo pode ser definido como a conexão de objetos e dispositivos eletrônicos à internet e entre si, os quais, desta forma, são capazes de coletar, processar e transmitir dados.

As Smart TVs, que permitem aos usuários acessarem apps e lojas virtuais diretamente de seus aparelhos; as geladeiras inteligentes, que, entre outras funções, fazem compras e mostram receitas; e os próprios smartphones são ótimos exemplos de como a Internet das Coisas está inserida em nossas vidas.

Já deu para perceber, portanto, que essa tecnologia possibilita a simplificação e a automatização de uma série de tarefas cotidianas, transformando e melhorando o dia a dia — inclusive de alunos, professores e gestores escolares. Mas como a Internet das Coisas pode realmente ajudar na educação?

No âmbito escolar, a Internet das Coisas representa uma ferramenta poderosa que melhora e garante processos educacionais inovadores. A escola do futuro, como já mencionamos, utiliza a Internet das Coisas na educação para potencializar oportunidades e criar novas possibilidades de interação. Veja abaixo exemplos de como essa tecnologia pode ser usada nas escolas.

Exemplos inspiradores de uso da Internet das Coisas na educação

Aulas interativas

No modelo tradicional de educação, as interações entre alunos e professores geralmente ficam restritas às salas de aula, não é mesmo? Com a Internet das Coisas na educação, no entanto, é possível ampliar essas interações, tornando as aulas mais dinâmicas e interessantes por meio do compartilhamento de conteúdo digital.

Utilizando diferentes mídias e plataformas facilmente acessadas pelo smartphone, por exemplo, os alunos podem interagir com colegas e professores, tirar dúvidas, participar de projetos colaborativos e estudar antecipadamente o conteúdo que será trabalhado na sala de aula — modelo de educação conhecido como sala de aula invertida.

Acessibilidade para alunos com necessidades especiais

A vida escolar dos alunos com necessidades especiais pode ser muito facilitada pela Internet das Coisas. Alunos com deficiência visual, por exemplo, podem utilizar um cartão especial que, quando conectado ao computador, amplia automaticamente o tamanho das fontes. Assim, ao invés de pedir auxílio ao professor o tempo todo, o estudante torna-se mais independente e autoconfiante.

Conexão entre diferentes espaços escolares

Além de permitir novas interações entre alunos e professores, a Internet das Coisas na educação é capaz de conectar todos os espaços e objetos existentes na escola. Com o smartphone em mãos, os alunos podem, por exemplo, acessar mais facilmente laboratórios e materiais diversos, comprar lanches na cantina e verificar a disponibilidade de livros na biblioteca.

A integração de espaços e objetos gera dados importantes sobre preferências e hábitos dos alunos — quais alimentos eles costumam consumir nos intervalos ou ainda com que frequência emprestam livros e utilizam laboratórios. Toda essa informação possibilita que gestores, professores e pais possam acompanhar o desenvolvimento dos estudantes e tomar decisões.

Registro de presença do aluno em sala de aula

O controle do número de faltas dos alunos é um processo demorado e trabalhoso. A cada troca de professor, uma nova chamada — aluno por aluno — é realizada. O professor anota as ausências e presenças e só ao final da aula (ou às vezes um bom tempo depois) passa esses dados para a secretaria da escola.

E se dissermos para você que com a Internet das Coisas na educação é possível dar adeus à tradicional chamada? Com a instalação de um conjunto de receptores e transmissores de sinais que promovem a triangulação da sala de aula, a presença de um aluno — ou melhor, a presença do seu smartphone — é facilmente detectada e prontamente enviada à secretaria. Simples e rápido!

Segurança escolar

Reunindo muitas vezes centenas de crianças e adolescentes, as escolas devem priorizar a segurança dos seus espaços. Neste caso, a Internet das Coisas também pode ser uma grande aliada, oferecendo sistemas de bloqueio que são facilmente acionados por botões ou alavancas e incluem soluções como perímetro de segurança automático e notificação imediata às autoridades, caso algo suspeito ocorra.

Redução no consumo de energia elétrica

A Internet das Coisas também pode ajudar as escolas a reduzirem seus custos? A resposta é sim! Por exemplo, com o uso de termostatos que ajustam automaticamente a temperatura de salas e laboratórios e sensores de presença que apagam e acendem as luzes, é possível diminuir o consumo de energia elétrica — que, por sinal, vem ficando cada vez mais cara.

Benefícios da Internet das Coisas para educação

Agora que já vimos como aplicar a Internet das Coisas na educação, podemos nos perguntar: quais são os benefícios mais impactantes dessa tecnologia para as escolas? Em um sentido amplo, a Internet das Coisas possibilita a ruptura de processos educacionais tradicionais, levando às escolas a um modelo de educação do futuro, mais moderno e interativo.

Na prática, o uso da Internet das Coisas aumenta a eficiência e a qualidade das aulas, proporciona feedbacks mais personalizados aos pais e alunos e auxilia na gestão escolar. Com todos esses benefícios, é fácil perceber que, uma vez implantada, essa tecnologia torna-se um diferencial competitivo para as escolas, resultando em maior captação e retenção de alunos.

Assim, o uso da Internet das Coisas beneficia tanto a área didático-pedagógica das escolas, com ambiente físico integrado e aulas mais interativas e acessíveis, como a gestão escolar, com registro de presença totalmente digital, soluções de segurança mais rápidas e eficientes e dispositivos que reduzem o consumo de energia.

Agora que você já sabe como está sendo aplicada a Internet das Coisas na educação, compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude seus amigos educadores a ficarem por dentro do assunto!

E-BOOK: Manual completo sobre o uso de TICs na Educação

Assine a newsletter do Proesc

Se esse artigo sobre Internet das Coisas na educação foi útil para você, assine a newsletter do Proesc e receba conteúdos, dicas e novidades do mundo educacional antes de todo mundo!

LEITURAS RECOMENDADAS:

Tecnologia na educação infantil: como as escolas devem lidar?
Como usar a tecnologia para arquivar documentos escolares
Saiba tudo sobre integração de sistemas nas escolas

Aproveite e curta também o nosso Facebook, siga-nos no Twitter e no Instagram e acompanhe nosso canal no Youtube!

Para curtir o Proesc no Facebook, é só clicar no botão Like Page a seguir.

O que achou desse conteúdo? Deixe seu comentário