Gestão pedagógica: tudo o que você precisa saber

Tempo de leitura: 20 minutos

Gustavo é dono de uma escola, e seu principal objetivo é oferecer uma educação de qualidade para os seus alunos. Porém, como todo gestor de uma instituição, ele enfrenta diversos problemas ao tentar atingir essa meta.

Gustavo encontra dificuldade para integrar alunos, professores, funcionários e familiares no ambiente escolar. Além disso, precisa lidar com muitas demandas burocráticas, financeiras e relativas à estrutura da sua escola. Ao buscar informações sobre como resolver esses problemas, ele conheceu a gestão pedagógica.

Ela é o pilar mais importante da gestão escolar. Por meio das práticas dessa forma de administração de ambientes educacionais é que são definidas as principais diretrizes para a atividade-fim de uma escola — a formação pessoal e acadêmica dos seus alunos.

Portanto, entender o que é e como promover a gestão pedagógica é essencial para que o Gustavo — e você — construa um ambiente estimulante e formador na sua escola. E para isso é essencial começar a conhecer o conceito de gestão escolar e como ele se relaciona e se diferencia da gestão pedagógica.

A gestão escolar

A gestão escolar é um conceito recente. Ele é do fim da década de 80 e engloba a gestão pedagógica como um dos seus principais pilares. Para entender melhor essa relação, é necessário saber sobre o surgimento da gestão escolar e seus principais objetivos.

Surgimento da gestão escolar

Desde a década de 20, os estudiosos da educação perceberam semelhanças entre a administração de escolas e empresas da sociedade. Assim como donos de empresas, os gestores de escolas precisam lidar com fluxo de caixa, pagamento de funcionários, motivação de professores e colaboradores, entre outros aspectos.

A partir dessa percepção, esses estudiosos e gestores começaram a importar conceitos da administração de empresas para a administração das escolas. Com isso, surgiu o que foi chamado de administração escolar.

Porém, da década de 20 até os dias de hoje, a sociedade — e com ela, as escolas — sofreu diversas mudanças. Apesar das semelhanças em alguns aspectos, a escola se diferencia muito de uma empresa tradicional. A educação não é um produto, e o papel da escola vai além de apenas repassar conteúdos para os seus alunos.

Desse modo, os conceitos da administração tradicional criavam um ambiente centralizador e burocrático. E isso não condiz com o que a nova realidade social espera desses novos cidadãos. Também não se adequavam totalmente ao contexto educacional desse tipo de instituição.

Com isso, no final da década de 80, surgiu o conceito de gestão escolar. Assim como a administração escolar, ele também traz para o contexto educacional elementos da administração. Porém, de forma mais adequada à realidade particular que uma escola vivencia. Seu objetivo final é a melhoria do ensino por meio da promoção de condições adequadas para o avanço do processo socioeducacional da escola.

Principais objetivos da gestão escolar

A gestão escolar busca atender às necessidades de todos os setores da escola de forma integrativa, oferecendo suporte para os envolvidos na formação dos alunos. Portanto, é uma prática que visa organizar os recursos (físicos, financeiros e humanos) e as atividades realizadas no ambiente educacional da melhor maneira possível, visando oferecer uma educação de qualidade.

Dessa forma, a gestão escolar promove a autonomia da escola na administração dos seus recursos financeiros e pedagógicos e a otimização de tempo e processos dentro do ambiente educacional. Isso aumenta a qualidade do currículo e a motivação da equipe como um todo.

Para atingir seus objetivos, a gestão escolar tem seis pilares. São eles: gestão pedagógica, gestão administrativa, gestão financeira, gestão de recursos humanos, gestão de comunicação e gestão de tempo e eficiência dos processos.

Cada um desses pilares tem focos específicos que devem ser integrados para garantir a qualidade de ensino e eficiência dos processos educacionais. A gestão administrativa está mais relacionada ao cuidado dos bens da escola, incluindo compras e manutenção. Ela também se relaciona com a legislação referente ao funcionamento de uma instituição educacional, assim como cadastro e acompanhamento de matrículas e alunos.

A gestão financeira está ligada ao fluxo de caixa da escola e ao direcionamento de recursos financeiros para os investimentos necessários. Além disso, é essa área que se preocupa com o pagamento de contas e salários, assim como a manutenção da saúde financeira da escola. A gestão financeira também é quem faz a prestação de contas da escola perante familiares, funcionários e órgãos do governo.

A gestão de recursos humanos está mais ligada à motivação de funcionários e professores e seu engajamento com a instituição escolar. Também se preocupa com a distribuição adequada de tarefas e o trabalho em equipe entre todos os envolvidos com a escola.

Já a gestão da comunicação está ligada ao bom relacionamento entre todos os envolvidos no processo educacional, bem como, o alinhamento de toda a equipe docente com os objetivos da escola. Também é a responsável por manter os pais e familiares informados sobre todas as questões referentes ao ensino dos seus filhos.

A gestão de tempo e eficiência dos processos se preocupa com a otimização de processos internos da escola, identificando pontos que mereçam atenção e de melhoria. Ela visa a dinamização de todos os processos de forma a que se consiga um funcionamento mais eficiente da instituição educacional.

A gestão pedagógica é o principal pilar da gestão educacional. Entenda agora o que significa esse conceito.

A gestão pedagógica

A gestão pedagógica é considerada o pilar mais importante da gestão escolar. Isso porque ela está ligada diretamente à atividade-fim da escola. Portanto, ela atua diretamente na formação e no desenvolvimento de competências e habilidades pessoais e profissionais nos alunos.

Essa área da gestão escolar tem foco na mobilização de recursos e estruturação de processos da área educacional da escola. Ou seja, a gestão pedagógica é a responsável pela organização e pelo planejamento da proposta política e pedagógica de ensino da escola, assim como definição dos melhores métodos de ensino e aprendizagem.

Além disso, ela é a responsável por estabelecer metas educacionais e avaliar o alcance desses objetivos. Também é a área da gestão escolar responsável por avaliar o desenvolvimento de professores e alunos, assim como criar um ambiente estimulante e que proporcione a aprendizagem.

O diretor e o coordenador pedagógico são os principais responsáveis por essa área da gestão escolar. E o coordenador pedagógico o principal responsável pela gestão pedagógica.

É ele que deve integrar todas as informações e objetivos pedagógicos, englobando-os no planejamento escolar anual da instituição. Ele também é o responsável por engajar todos os envolvidos no processo educacional no cumprimento desses objetivos e metas, incluindo professores, profissionais da escola, alunos e seus familiares. E além do mais, avalia o trabalho exercido pelos professores e transforma suas demandas e dificuldades em planos de ação.

Para cumprir seus objetivos, a gestão pedagógica engloba quatro áreas. São elas: gestão de currículo, gestão da ação docente, gestão do patrimônio e gestão de resultados.

Gestão de currículo

Essa é a área da gestão pedagógica responsável por estabelecer as diretrizes do currículo da escola, assim como os métodos e processos de aprendizagem. Para isso, é necessária uma avaliação do perfil dos alunos, assim como das competências dos professores que fazem parte do corpo docente da escola.

Com isso, é possível estabelecer objetivos educacionais e montar um projeto político-pedagógico que cumpra esses objetivos. Dessa forma, o currículo e os métodos de ensino escolhidos devem ser coerentes com os objetivos e as capacidades dos alunos e professores de cumprirem com essas metas.

Gestão da ação docente

Essa é a área da gestão pedagógica responsável por motivar a participação dos professores no cumprimento dos objetivos educacionais. Ela visa promover a adesão do corpo docente às metas estabelecidas e motivar e engajar os professores a cumprir o currículo e oferecer uma educação de qualidade para os seus alunos.

Além disso, a gestão da ação docente atua no diagnóstico da necessidade de treinamentos e capacitações para os professores. Dessa forma, ela promove formação continuada, desenvolvendo no corpo docente as competências essenciais para o cumprimento dos objetivos educacionais.

Gestão de patrimônio

A gestão de patrimônio é responsável por determinar as tecnologias e equipamentos necessários para atingir os objetivos educacionais e o cumprimento do currículo estabelecido. Ou seja, é ela que vai determinar quais investimentos patrimoniais devem ser feitos para que a educação da escola seja de qualidade.

Gestão de resultados

Por fim, a área de gestão de resultados é a responsável por avaliar o desenvolvimento de professores e alunos. Bem  como, o cumprimento dos objetivos e metas educacionais estabelecidos pela escola. Para isso, é necessário criar critérios que sirvam de base para determinar se as metas foram ou não alcançadas.

Dessa forma, essa área da gestão pedagógica é capaz de diagnosticar problemas e áreas de intervenção. Com isso, é possível criar planos de ação para melhoria da qualidade de ensino oferecida aos alunos.

O planejamento escolar na gestão pedagógica

O planejamento escolar é um ponto central na gestão pedagógica de uma escola. É ele que vai definir os objetivos pedagógicos da equipe e determinar as estratégias que serão utilizadas no dia a dia da escola para atingir esses objetivos.

Dessa forma, o coordenador pedagógico, responsável pela elaboração desse planejamento, deve ter o cuidado de reunir com a equipe da escola todas as informações relevantes para formulação desse planejamento. Além disso, deve compartilhá-lo com o corpo docente e, com os professores, trabalhar no amadurecimento dele.

A partir disso, o coordenador pedagógico está pronto para delegar as funções e tarefas de forma a cumprir o planejamento e atingir as metas estabelecidas. Também deve manter esse plano vivo ao longo do ano letivo, engajando toda a equipe no seu cumprimento.

Importância da gestão pedagógica

Percebe-se que a gestão pedagógica é essencial para o bom funcionamento da escola e a melhoria da qualidade do ensino oferecido. Em primeiro lugar, ela atua estabelecendo diretrizes para que seus professores possam planejar as suas aulas de acordo com o plano político-pedagógico da escola.

Com isso, o corpo docente atua em conjunto para atingir os objetivos educacionais da sua escola, de forma a melhorar a comunicação entre si e entre professores e coordenação.

Por deixar claras as diretrizes educacionais da escola, a gestão pedagógica também melhora a comunicação entre todos os envolvidos no processo de aprendizagem — incluindo alunos e seus familiares. Isso porque todos tomam consciência de quais são os objetivos da sua escola e os critérios utilizados para avaliar o atingimento desses objetivos.

Além do mais, o corpo discente e seus familiares têm mais consciência de seu papel na aprendizagem e os motivos por trás do currículo planejado pela escola. Também favorece o diálogo deles com professores, coordenadores e diretores da instituição de ensino.

Por propiciar uma avaliação de desempenho e resultados, a gestão pedagógica favorece a melhoria constante da qualidade de ensino da sua escola. Isso porque criam-se critérios que indicam pontos críticos que devem ser trabalhados no próximo ano. A avaliação tem como foco a capacitação constante dos professores e funcionários da escola, visando sempre a melhoria na qualidade de ensino e formação dos alunos.

Uma gestão pedagógica bem-feita tem o objetivo de buscar continuamente os melhores métodos de ensino e aprendizagem para os alunos. Também atua de forma a criar um ambiente propício, com toda a estrutura necessária para que os alunos absorvam o conteúdo do programa político-pedagógico da escola.

A gestão pedagógica promove uma mobilização constante de recursos para a formação de indivíduos prontos para atuar na sociedade e capacitados para o mercado de trabalho. Portanto, é essencial buscar entender a melhor forma de desenvolver a gestão pedagógica na sua escola e alavancar seus resultados.

Fale com um consultor

Como desenvolver a gestão pedagógica

Não existe uma fórmula mágica para desenvolver a gestão pedagógica na sua escola. Porém, alguns aspectos merecem a sua atenção na hora de implementar esse foco da gestão escolar na sua instituição. Descubra agora quais são eles!

Observe as demandas da sociedade

Como já dissemos antes, a escola não é apenas um local de transmissão de conteúdo. Ela é uma instituição de socialização de indivíduos e formação pessoal e profissional. Assim, para realizar uma boa gestão pedagógica, é essencial que você observe quais são as demandas da sociedade em relação aos seus alunos.

É necessário investir no estudo das mudanças sociais que estão ocorrendo atualmente e na sociedade que está se formando para a próxima geração. Com isso, você conseguirá criar um projeto político-pedagógico mais adequado e coerente com a realidade que os seus alunos vão enfrentar no futuro.

Isso melhora a qualidade da educação oferecida pela sua escola e atrai a atenção de estudantes e pais. Com isso, você cria um diferencial e aumenta a procura pelo tipo de educação oferecido pela sua escola.

Promova a integração e a democratização do ambiente escolar

O modelo autoritário e centralizador das escolas do passado já caiu por terra há alguns anos. Hoje em dia, a escola deve ser um espaço cada vez mais democrático e aberto às opiniões e sugestões de todos os envolvidos.

Dessa forma, para implementar uma boa gestão pedagógica no seu ambiente educacional, é essencial que você invista na integração de todos os setores que fazem parte da sua escola. É importante ter uma visão global do funcionamento da instituição e direcionar os recursos de forma a suprir as necessidades de cada um deles.

Além disso, deve-se contar com a colaboração de todos os envolvidos no processo educacional na hora de tomar decisões referentes ao funcionamento da escola. É preciso levar em consideração as necessidades e a realidade dos alunos e de seus familiares, assim como dos professores e funcionários da escola.

Isso não significa tentar atender a todas as demandas geradas por esse grupo de pessoas. Porém, tente atender à maioria delas, desde que mantendo-se fiel aos objetivos educacionais estabelecidos em conjunto com essa comunidade.

Melhore a comunicação interna

Para uma boa gestão pedagógica, é essencial investir em uma boa comunicação interna no ambiente educacional. É necessário que todas as partes envolvidas no processo de formação dos alunos tenham consciência dos objetivos da escola, assim como do currículo e das decisões tomadas.

Contudo, para melhoria constante, é importante investir em um ambiente que favoreça feedback, tanto de professores, quanto de funcionários e alunos. Todos devem se sentir confortáveis para emitir opiniões, compartilhar dificuldades e dar sugestões de melhorias para a sua escola.

Você também deve favorecer a comunicação entre as áreas da escola. É importante ter consciência de que, apesar de haver uma separação entre as áreas para uma gestão mais eficiente, todas elas devem trabalhar em conjunto e de forma interdependente para atingir os objetivos e metas educacionais estabelecidos. Portanto, todos devem saber o seu papel e o dos seus colegas para oferecer uma educação de qualidade aos alunos.

Use a tecnologia a seu favor

Hoje em dia, existem diversos softwares e inovações tecnológicas no mercado que podem ser utilizados para melhorar a experiência de ensino e aprendizagem dentro da sua escola. Investir nesse tipo de tecnologia pode aumentar a qualidade de ensino da sua escola, assim como facilitar a gestão dos seus processos internos.

Diversos equipamentos audiovisuais podem ser utilizados dentro da sala de aula como um método de ensino. Vários estudos já mostram a eficiência desse tipo de ferramenta na melhoria da taxa de aprendizagem dos alunos de uma escola.

Além disso, você pode investir em softwares de gestão desenvolvidos especificamente para o contexto educacional. Eles melhoram a gestão de conhecimento dentro da sua instituição de ensino, diminuindo a burocracia que envolve o registro, matrícula e acompanhamento dos alunos da sua escola.

Eles permitem análise e acompanhamento dos seus indicadores de resultados mais eficientes, diminuindo a taxa de erros e indicando com mais precisão as áreas críticas que merecem maior atenção e investimento.

Esse tipo de software permite que você tenha uma maior integração entre os setores da sua escola, além de uma visão global do funcionamento da sua instituição.

Realize a avaliação de resultados

Ao estabelecer objetivos educacionais para a sua gestão pedagógica, invista na avaliação periódica dos resultados obtidos com cada uma das suas ações. Avalie o desempenho de professores e alunos, assim como a sua motivação e satisfação com o ambiente escolar.

Também invista na comparação dos resultados atuais com os obtidos no passado. Dessa forma, você consegue avaliar o crescimento e desenvolvimento da sua instituição, assim como o impacto de melhorias e ações desenvolvidas por você em um determinado período de tempo.

Para uma boa gestão pedagógica, é essencial também utilizar os resultados analisados como forma de planejar ações futuras. Ou seja, diagnostique áreas críticas e crie planos de ação para melhorias nesses setores. Após determinado período de tempo implementando esse plano de ação, reavalie o setor e entenda quais foram os impactos das suas ações, reformulando-as caso necessário.

Invista na formação continuada

O objetivo principal da gestão pedagógica é promover uma melhoria constante na qualidade do ensino e da formação dos alunos da sua escola. Para isso, é essencial investir na formação e capacitação do seu corpo docente.

A ciência vem avançando rapidamente, e, com ela, os estudos em educação. Teorias sobre o desenvolvimento humano e métodos de ensino mais eficazes surgem a cada ano, e é importante que os seus professores se mantenham atualizados em relação a essas novas teorias para proporcionarem uma experiência de aprendizado cada vez mais rica para os seus alunos.

Além disso, o investimento na formação continuada aumenta a motivação dos professores na sala de aula e a sua satisfação com o ambiente educacional da sua escola. Isso porque esse investimento mostra valorização dos profissionais e reconhecimento da sua importância no meio educacional.

A gestão escolar é uma teoria nova. Ela é da década de 80 e vem ganhando cada vez mais espaço nas escolas da atualidade. Isso porque ela permite que os donos de escolas, assim como o Gustavo, tenham maior consciência dos processos internos da sua instituição e, com isso, invistam na melhoria dessas atividades.

Ela tem diversos pilares importantes para que a escola seja eficiente em seus processos e garanta a melhor experiência de aprendizagem para os seus alunos. Porém, nem todos os pilares se relacionam diretamente com a atividade-fim da escola, que é o oferecimento de uma educação de qualidade para os alunos.

A gestão pedagógica é o pilar mais importante da gestão escolar por ter um foco maior na atividade-fim da escola. O conhecimento sobre as técnicas desse tipo de gestão e o investimento na gestão pedagógica mais eficiente permitem que o Gustavo — e você — ganhe eficiência nos processos pedagógicos da sua escola, melhorando a qualidade de ensino oferecida para os seus alunos.

Dessa forma, você melhora a qualidade da sua instituição de ensino e atrai cada vez mais alunos para a escola. Os seus funcionários e professores se sentem mais satisfeitos e motivados, e os seus alunos, mais engajados na sua aprendizagem. Os pais se sentem mais satisfeitos com os resultados e o processo educacional do seu filho, e a sua escola passa a ser mais bem vista pela sociedade. Portanto, invista na gestão pedagógica hoje mesmo!

Assine a newsletter do Proesc

Quer receber nossos conteúdos em primeira mão assim são publicados? Então assine a newsletter do Proesc agora mesmo e fique por dentro dos melhores conteúdos sobre o mundo educacional.

Curta também o nosso Facebook, siga-nos no Twitter e no Instagram e acompanhe nosso canal no Youtube!

Recomendamos os artigos a seguir:

Gestão escolar: tudo o que você precisa saber

Gestão financeira para escolas: tudo que você precisa saber

Sistema de gestão escolar online: vale a pena?

Para curtir o Proesc no Facebook, é só clicar no botão Like Page a seguir.

O que achou desse conteúdo? Deixe seu comentário

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.