Marketing digital para escolas e cursos: saiba como fazer!

Tempo de leitura: 21 minutos

Um gestor escolar tem muitas responsabilidades e um sistema de gestão online facilita muito sua vida. Entretanto, só isso não basta. Fazer uso do marketing digital para escolas e cursos se faz necessário frente às mudanças que ocorreram no processo de compra com o avanço da Internet.

Antes, o consumidor que tivesse interesse em fazer um curso tinha que entrar em contato com a escola para obter as informações necessárias sobre ele, para então, decidir pela compra e realmente efetivá-la.

Hoje em dia, o processo de compra sofreu uma inversão em algumas de suas etapas. Quando o consumidor tem interesse por um curso, ele primeiro vai pesquisar sobre o assunto na Internet. Uma vez munido de todas as informações que ele deseja, ele toma a decisão de comprar o curso, para só aí entrar em contato com a escola e efetuar a compra.

Diante desse quadro, sua marca deve estar presente já no momento em que o consumidor vai buscar as informações sobre o que ele quer. É neste contexto que entra o marketing digital para escolas e cursos. Continue lendo e descubra como ele pode ajudar você a aumentar suas vendas, alcançando o sucesso tão esperado!

1. O que é marketing digital?

Um plano de marketing digital é um conjunto de ações que serão feitas para que determinado objetivo seja alcançado. Quando esse plano é bem-feito, ele fará com que sua empresa cresça e suas vendas aumentem.

Ter um plano de marketing é essencial para que as pessoas conheçam que tipo de produto uma empresa oferece e a importância dele em suas vidas, o que as leva a se decidirem pela compra. Segundo a pesquisa EduTrends 2016, ele tem provado ser mais eficiente do que o marketing tradicional (off-line).

Existem alguns pontos a serem considerados para que ele seja realmente efetivo. Conhecer o mercado em que sua escola está inserida, quem são os seus clientes e quais são as necessidades deles são alguns desses pontos. Saiba como fazer um bom plano de marketing digital para escolas e cursos lendo as respostas das perguntas que veremos a seguir.

2. Como planejar o marketing digital para escolas e cursos?

Nada dá certo se não começar com um bom planejamento. Um bom começo para fazer o marketing digital para escolas e cursos é seguir os três passos abaixo:

Faça um diagnóstico

Você deve conhecer e analisar quem são os seus concorrentes, e como eles têm se saído com seus planos de marketing. Eles têm obtido sucesso ou têm fracassado? Estabeleça quais são os seus diferenciais em relação a eles. Esses diferenciais é que convencerão seus leads a escolherem a sua escola e não a outra.

Conheça quem são os seus clientes e o que eles procuram. Assim, poderá determinar para quem essa estratégia estará direcionada, tornando-a mais efetiva.

Agora que você já considerou quem são seus concorrentes e qual tipo de cliente você procura, conheça qual sua posição no mercado. Sua escola está entre as mais procuradas ou nem mesmo aparece nas pesquisas do Google?

Determine a persona

Um erro muito comum na hora de determinar o seu público é a generalização e, para que isso não ocorra, criamos “personas”. Elas são personagens semifictícios que representam nossos clientes ideais. Se você já tem alunos, você pode usar as informações que já tem sobre eles para ajudar a criar a persona.

Diferente do público-alvo, que é abrangente e impreciso, essa persona tem um nome, idade, profissão, objetivos de vida, problemas enfrentados, ou seja, tem uma história de vida. Você pode criar uma persona por curso, ou por fase de ensino. Lembre-se de que, no caso de alunos que ainda são crianças, as personas seriam os pais. À medida que elas crescem, você pode considerar os dois: pais e filhos.

Fica mais fácil traçar uma estratégia de marketing quando você sabe exatamente para quem ela será direcionada, afinal, de nada adianta vender um curso básico para um aluno que procura por uma especialização. Isso ainda poderá trazer uma péssima propaganda para você, pois ele dirá que o curso é fraco e que não vale a pena ser feito.

Monte sua estratégia de marketing digital

Uma vez feitos o diagnóstico e persona, é hora de definir qual estratégia de marketing digital será usada. Determine se você precisará criar um site, um blog, e quais mídias sociais serão mais adequadas à sua persona.

3. Como posicionar sua marca de acordo com o cliente?

Chegou a hora de começar a “pôr a mão na massa” para fazer com que sua escola apareça de uma forma melhor para seu cliente. Para tal, siga as dicas a seguir.

Crie ou atualize seu site

Se na hora do planejamento você viu que seria necessária a criação de um site, esse é o momento de fazê-lo. Se você já tem um, é hora de analisar se ele é interessante, atual, atraente, e se é responsivo, isto é, se ele se adapta aos vários formatos de tela: computador, tablet ou celular. Hoje, metade dos acessos são feitos em celulares!

Criar um blog dentro do seu site é essencial, pois será nele que serão postados conteúdos que atrairão mais visitantes para o site.

Crie as redes sociais de acordo com a persona

Você descobriu em que canais seu público está presente e já decidiu quais redes sociais estão mais de acordo com sua persona, então, chegou a hora de criar o perfil de sua instituição nelas. Crie também uma conta no Google Plus.

Ele é uma espécie de rede social do próprio Google, onde você divulgará os posts publicados no seu blog. O Google considera bastante relevantes aqueles que utilizam sua própria rede social.

Faça cadastros em sites de classificados

Existem muitos sites gratuitos de classificados. Cadastre sua empresa em todos que puder, pois, quando a pessoa for pesquisar, sua escola aparecerá lá e, ao clicar no link ou imagem, ela será redirecionada para o seu site.

Também existem plataformas que são especializadas em dar maior visibilidade para escolas. Uma dessas plataformas online é o Portal das Escolas. Ele foi criado com o objetivo de ser o portal mais interativo do segmento da educação, trazendo soluções inovadoras na conexão entre escolas, pais e fornecedores de produtos e serviços do segmento, ajudando sua escola a captar muito mais alunos.

Para saber mais sobre o Portal das Escolas, leia o artigo: PORTAL DAS ESCOLAS: CAPTAR ALUNOS NUNCA FOI TÃO FÁCIL!

Use a geolocalização

Também inclua a localização de sua escola no Google Maps. Assim, quando alguém for pesquisar, sua localização exata aparecerá lá. Às vezes, só pelo endereço, a pessoa não sabe se sua escola fica perto ou longe de onde ela mora ou trabalha. A geolocalização facilitará essa visualização.

Use ferramentas de SEO

SEO significa Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de busca). É um conjunto de técnicas para otimização de blogs e sites, com o objetivo de alcançar um melhor ranking orgânico e, consequentemente, gerar maior tráfego para eles.

A grande maioria das pessoas que fazem buscas no Google clica apenas nos resultados que aparecem na primeira página, então, estar bem colocado nesse site de busca é fundamental para ser visto pelos seus possíveis clientes. O objetivo do SEO é justamente garantir maior visibilidade para sua página na Internet.

Para aparecer bem nas páginas do Google, você pode fazer anúncios pagos ou investir nas ferramentas de SEO. O Google se utiliza de várias estratégias para ver se sua postagem ou site é realmente relevante para as pessoas que buscam por aquele tipo de informação. Você mesmo pode ajudar a melhorar a posição do seu site observando algumas dicas a seguir:

Crie um SEO Title

O título do SEO é aquele que aparece nas páginas de busca do Google e não tem que ser necessariamente igual ao título do texto. Ele deve ser curto, ter no máximo 55 caracteres, ter a palavra-chave posicionada à esquerda, e ser objetivo.

Tenha URLs amigáveis

URL é o “endereço” do seu site, blog ou publicação. Para ela ser amigável, ela deve ter a palavra-chave, ser curta, relacionada ao título do post, e conter hifens para separar as palavras, pois o Google não lê espaços.

Use Heading Tags

Elas são o título e os subtítulos do seu texto. Eles devem estar organizados de forma que o título esteja em H1 (título 1) e em ordem de importância os outros intertítulos que vão de H2 a H6. Dessa forma, o Google consegue identificar quais são as informações mais importantes do seu texto.

Use a palavra-chave

Antes, para conseguir um bom lugar no ranking, bastava usar a palavra-chave muitas vezes. Entretanto, conteúdos mal escritos e sem relevância acabavam conseguindo boas posições.

Agora, o Google analisa a semântica e a qualidade do conteúdo escrito. Não existe um número de vezes para que a palavra-chave apareça. No entanto, ela deve estar presente no H1, no começo do texto, ou introdução, para que logo se veja o assunto a ser tratado no texto, e sempre que possível, em um intertítulo H2, bem como na conclusão do texto.

Considere o tempo de permanência na página

Se o visitante fica bastante tempo na sua página, o Google considera que as dúvidas ou necessidades dele estão sendo satisfatoriamente resolvidas. Porém, se é comum os visitantes entrarem e saírem da página muito rapidamente, ele entende que o conteúdo não é de qualidade. Então, para que o seu visitante fique por mais tempo em seu site, produza conteúdos de qualidade, faça uma boa introdução e leve o leitor a querer ler o texto até o final.

Use Link Building

O seu texto pode ter links internos que levam o leitor para outros artigos publicados em seu blog, levando-o a permanecer mais tempo em sua página. Mas quando outro site linca para você, é como se ele estivesse dizendo para o leitor que vale a pena ler o que você publicou e isso aumenta sua autoridade perante o Google.

Existem muitos outros pontos a serem considerados quando falamos em SEO. Procurar por um profissional pode ajudar muito neste processo.

4. Como atrair visitantes para o site da escola?

Faça uso do marketing de conteúdo

Lembra que você criou um blog dentro do seu site? Pois é nele que você trabalhará agora (e sempre!). O marketing de conteúdo cuida da elaboração de artigos (posts) com conteúdos relevantes, e que serão publicados no blog da escola.

Conteúdos relevantes são aqueles que vão ao encontro das dúvidas e necessidades da sua persona, despertando nela interesse e curiosidade, e que têm a ver com o segmento de uma instituição. Desse modo, eles atrairão os visitantes para o site de sua escola e os levarão a conhecê-la melhor.

Mantenha uma gestão dos canais e mídias sociais

Isso quer dizer que não basta criar um perfil no Facebook, ou seja, esse perfil tem que ser constantemente “alimentado”. Compartilhe os conteúdos postados no blog, e faça propaganda dos eventos que acontecerão na escola ou serão promovidos por ela, por exemplo.

Utilize tanto Facebook como Instagram para colocar fotos das instalações da escola e dos eventos realizados, ou, se for o caso, dos produtos produzidos pelos seus alunos. As pessoas conhecerão as atividades especiais que sua escola oferece e a satisfação dos seus alunos em participar delas.

Além de usar suas redes sociais para fazer propaganda da sua escola, use-as para interagir com os pais e alunos, tire dúvidas e crie um relacionamento constante. Assim, eles se tornarão verdadeiros fãs da sua escola.

Invista em propaganda nas mídias sociais

Você certamente já viu aqueles anúncios pagos que aparecem no meio dos posts do Facebook. Como o número de pessoas que utilizam essa mídia social é muito grande, você pode utilizar esse instrumento para fazer propaganda da sua escola. Se seu caso for oferecer cursos online, aí sim que você não pode ficar sem anunciar no Facebook Ads.

Alugue banners em sites e blogs

Você pode tratar diretamente com os sites ou blogs que tenham assuntos afins com o seu, sem serem seus concorrentes diretos, para que seus anúncios também apareçam nesses espaços.

Invista em propaganda no Google

Quando você abre uma página do Google, logo no início, aparecem alguns anúncios. Pois é exatamente deles que estamos falando. Quem procura por um determinado tipo de instituição ou curso, já está interessado no assunto, então, que tal aparecer lá para que eles acessem seu site e conheçam sua escola?

A grande vantagem dos anúncios no marketing digital é que eles podem ser direcionados por meio do uso de palavra-chave, localização ou interesses da sua persona. Eles permitirão uma maior exposição da sua marca, deixando-a mais conhecida e mais presente na memória das pessoas.

Uma dica valiosa é sempre levar em conta a sua localização na hora de anunciar. Não adianta fazer um anúncio que abranja o Brasil inteiro se sua escola não tem filiais pelo país afora. Limitar a região do seu anúncio ajudará a evitar gastos desnecessários.

Utilizando o Google Adwords, você consegue colocar sua empresa nas primeiras posições das primeiras páginas do Google. Converse com seu setor financeiro e veja quanto você pode investir nesse tipo de propaganda, pois, quanto mais você investir, maior será o retorno. Entretanto, não é só isso. Ele também verifica a qualidade do anúncio, do seu site e do valor do lance para a palavra-chave.

5. Como converter os visitantes em leads?

O seu site ou blog deve conter landing pages, ou páginas de captação, que são ferramentas utilizadas para captar informações sobre os visitantes. Uma boa landing page traz as principais qualidades do material oferecido, sem trazer links desnecessários.

Você pode oferecer um e-book, ou um convite para que ele assista a uma palestra, mas para que o visitante tenha acesso a esse conteúdo, ele deve preencher um formulário com as informações necessárias, como nome, idade, e-mail, número de seu telefone, entre outros dados relevantes.

Existem também os botões Call to Action, ou botões de ação. São aqueles do tipo “clique aqui e receba uma oferta especial”, por exemplo. Do mesmo modo, esse botão leva a uma página onde a pessoa deverá preencher uma pequena ficha de cadastro para poder receber a oferta.

Quando o visitante faz seu cadastro, ele passa a ser um lead, que é um cliente em potencial, alguém que demonstrou ter um interesse maior sobre o seu produto.

6. Como se relacionar com os leads para transformá-los em clientes?

Você pode (e deve) mandar para esses leads outros conteúdos que sejam interessantes para eles. No caso de escolas, podem ser dicas de como estudar, novos cursos disponíveis, ofertas especiais, ou convites para participarem de seminários ou webinars, entre outros.

Espalhe pelo seu site caixas de assinatura de newsletter, seja em forma de banner, seja em forma de pop-ups, em cada página específica dos cursos oferecidos por sua escola.

É importante que os assuntos desses conteúdos sejam cada vez mais aprofundados e específicos, dirigidos ao perfil de cada lead, nutrindo a relação com ele, e ajudando-o a avançar pelo funil de marketing até a decisão final pela matrícula.

Outra estratégia interessante é utilizar o depoimento de alunos e ex-alunos sobre a escola, para convencer aqueles leads que estão a um passo da decisão final. Essas opiniões positivas são de extrema importância para mostrar que eles estarão fazendo a escolha certa ao se matricularem em sua escola ou curso.

Tudo o que um lead faz, acessa, lê ou procura fica registrado em um banco de dados e ele recebe uma pontuação por isso. Quanto maior for o interesse que ele apresenta, e mais seu perfil for parecido com o da sua persona, maior será o score desse lead.

7. Como fechar matrículas?

A equipe de vendas tem acesso às informações e ao lead scoring de seus leads, e deve acompanhá-los de perto. Quando o score estiver bem próximo ao ideal, é função dessa equipe usar aquele cadastro obtido para entrar em contato com o lead, oferecendo a oportunidade de, finalmente, fechar a matrícula com sua escola.

Como contatos por telefone podem gerar algum custo, outras ferramentas como e-mail marketing, envio de SMS, ou até mesmo mensagens de WhatsApp, podem ser utilizadas para esse contato. É nesses contatos que será possível perceber se ainda restou algum tipo de dúvida no lead e, por isso, ele ainda não efetuou a matrícula.

Se a sua escola tem um ponto físico, convide os pais ou possíveis alunos para virem conhecer pessoalmente as instalações, afinal, dificilmente os pais matricularão seus filhos sem verem a estrutura “com seus próprios olhos”. Essa visita pode ser o empurrãozinho que faltava para que eles decidam por efetuar a matrícula.

8. Como analisar os resultados?

Mensurar os resultados obtidos é fundamental para saber se seus objetivos estão sendo alcançados. A partir dessa análise, você conseguirá otimizar o uso das estratégias nas futuras ações de marketing digital para escolas e cursos, evitando que perca tempo e dinheiro em estratégias que não funcionam para a sua instituição. Veremos agora alguns indicadores que não podem deixar de ser analisados.

Analise o número de alunos atraídos e matriculados

Verifique se o número de visitantes no seu site aumentou significativamente. Se sim, quantos se converteram em leads, e quantos se tornaram clientes e fizeram a matrícula? Sua meta foi alcançada?

Analise as estratégias utilizadas

Verifique se o marketing de conteúdo está funcionando de maneira efetiva, produzindo conteúdos relevantes para seus leads. E o investimento em propaganda? Está gerando uma boa visibilidade para seu site?

Analise o ROI

O ROI é o retorno sobre o investimento. Ele vai te mostrar o quanto de retorno financeiro você está tendo para cada real investido. Com ele, você poderá descobrir se está investindo de forma certa ou se deve fazer mudanças.

Analise o CAC

O CAC é o custo de aquisição do cliente. Por meio dele, você fica sabendo quanto custa para conseguir um novo cliente.

9. Como reter os alunos conquistados?

No portal do aluno, disponibilize um questionário para que os alunos preencham dando um feedback sobre o curso que fizeram, e ofereça descontos para a próxima compra. Isso os motivará a fazerem outros cursos e, consequentemente, continuarem em sua escola. Continue nutrindo o seu relacionamento com o cliente, enviando a ele conteúdos que sejam de seu interesse, convites para eventos e ofertas de novos cursos.

Vale ressaltar que de nada adiantará todo o trabalho que você teve até aqui se você não oferecer um ensino de qualidade. Por isso, fique sempre atento à qualidade das instalações da escola, como laboratórios e biblioteca, do material didático e do curso, do atendimento, e à qualificação constante dos seus docentes. A satisfação de pais e alunos em todos esses aspectos é que garantirá a fidelização do seu público.

Como vimos, o marketing digital para escolas e cursos é fundamental para fazer com que você consiga aumentar suas vendas e conquistar novos alunos. Mas tudo deve ser muito bem planejado.

Aliás, planejamento é o primeiro passo, seguido por melhorar o posicionamento de sua marca para que ela apareça mais. Depois, fazendo uso do marketing de conteúdo, você deve pensar em aumentar o número de visitantes no seu site e em transformá-los em leads. Então, deve levar esses leads a se tornarem clientes, e, por fim, fidelizá-los, evitando a evasão escolar.

Fazer a análise dos resultados é um dos pontos mais importantes, pois o plano de marketing é mutável e pode ser modificado de tempos em tempos, de acordo com as necessidades da sua instituição de ensino.

Curso de marketing digital para escolas e cursos

No curso de marketing digital para escolas e cursos você aprenderá as técnicas mais modernas para fazer um marketing digital para escolas e cursos eficiente.

Veja nesse curso:

1. Como planejar o marketing da escola ou curso
2. Como posicionar sua marca de acordo com o cliente
3. Como atrair visitantes para o site da escola
4. Como converter os visitantes em leads
5. Como se relacionar com os leads para transformar em clientes
6. Como fechar matrículas
7. Como analisar os resultados
8. Como reter os alunos conquistados

Agora que você conhece um pouco mais sobre a importância do marketing digital para escolas e cursos, compartilhe este post nas suas redes sociais para que mais pessoas também tenham acesso às nossas dicas!

Assine a newsletter do Proesc

Quer receber todas as dicas e novidades do mundo educacional em primeira mão? Então assine a newsletter do Proesc e receba conteúdos mais atuais do blog do Proesc.

Recomendamos os conteúdos a seguir:

Marketing para atrair alunos: aprenda como fazer!

Saiba como atrair alunos com cursos extracurriculares

Baixe também o e-book como reduzir a inadimplência e o e-book de captação de alunos:

Aproveite também para curtir a página do Proesc no Facebook e seja o primeiro a receber as principais novidades e conteúdos educacionais. Para curtir é só clicar no botão Like Page a seguir.

O que achou desse conteúdo? Deixe seu comentário