Inadimplência escolar: Descubra como reduzir

Tempo de leitura: 6 minutos

A inadimplência escolar é um problema que atinge 93,5% das instituições de ensino – sendo também uma das responsáveis pelo fechamento das escolas. Não é à toa que é preciso evitar que isso aconteça em seu estabelecimento, caso contrário sua escola terá sérios problemas para controlar o fluxo de caixa.

Inadimplência escolar

Geralmente, a inadimplência escolar acontece pela falta de controle financeiro do estudante ou de sua família (ou seja, do pai, mãe ou outro responsável pelo pagamento da escola). E sabemos que, com a crise econômica se manifestando de modo cada vez maior no país, infelizmente há muitas famílias que estão abrindo mão das escolas particulares.

Para evitar que isso aconteça, é fundamental se precaver oferecendo condições que não prejudiquem a escola, ao mesmo tempo em que não levem à desistência por parte da família.

A seguir, confira algumas ações simples que, ao serem implementadas, poderão auxiliar bastante na redução da inadimplência escolar.

BAIXE O E-BOOK: Inadimplência: Descubra como reduzir em sua escola.

1. Adote a mensalidade via boleto bancário

O boleto bancário é um método de pagamento ao qual todos nós já estamos familiarizados. Ele é simples e, na grande maioria dos casos, nem sequer precisamos sair de casa para pagá-lo, graças a facilidade do internet banking.

Boleto bancário inadimplência escolar
Boleto bancário

O boleto bancário pode ser entregue via Correio e enviado também por e-mail – o que inclusive, reforça o lembrete para os pais.

2. Terceirize a cobrança dos atrasados

É comum que os pais venham até a direção da escola para conversar sobre mensalidades atrasadas. É claro que cada situação é uma situação, mas a escola pode ir à falência se relevar a situação de todos. Uma forma de não cair em tentações neste sentido é terceirizando a cobrança das mensalidades atrasadas. Outra boa alternativa é usar um sistema de gestão financeira para fazer a cobrança automatizada, indicamos o www.proesc.com.

Fale com um consultor

3. Crie descontos de adimplência

Sendo elas destinadas para os indivíduos que fizerem o pagamento da mensalidade em dia. Além disso, quem pagar antecipadamente pode ganhar um desconto ou cupons para a participação de uma espécie de sorteio mensal, por exemplo. Essa é uma forma de estimulá-los a continuar pagando as mensalidades em dia mesmo em situações de aperto.

4. Crie premiação para os bons pagadores

Seguindo a dica anterior para acabar com a inadimplência escolar, você também pode criar um plano com pontuações anuais: o aluno que tiver boas notas, não faltar e ter pago todas as mensalidades em dia ganha um prêmio no final do ano. Esse prêmio pode, por exemplo, ser a primeira mensalidade/matrícula do ano seguinte.

5. Envie lembretes para os clientes

Cobrança de pagamentos atrasados via sms

Estes com certeza fazem parte não só da gestão escolar, como de qualquer outro estabelecimento. Às vezes, o responsável realmente esqueceu de fazer o pagamento a tempo. Mas, se você tivesse enviado um SMS ou um e-mail, ele poderia ter lembrado e pagado na data correta.

6. Crie diferentes grupos de alunos

Alguns alunos pagam a mensalidade sozinhos, outros contam com a ajuda dos pais, outros dividem e assim por diante. Uma boa gestão escolar é aquela que tem controle desses fatores, o que poderá auxiliar na negociação com esses diferentes grupos.

Perguntas frequentes sobre a inadimplência escolar:

Escola particular pode recusar matricula aluno inadimplente?

Sim, instituições privadas de ensino podem se recusar a matricular alunos inadimplentes. Esta afirmação é comprovada no Art. Art. 5º da Lei 9.870/99 que versa sobre as anuidades escolares.

Art. 5º Os alunos já matriculados, salvo quando inadimplentes, terão direito à renovação das matrículas, observado o calendário escolar da instituição, o regimento da escola ou cláusula contratual.

Escolas particulares podem se recusar a aplicar provas ou reter documentos de alunos devedores?

Não, as escolas são proibidas de submeter o aluno ou os pais a qualquer tipo de constrangimento em virtude da falta de pagamentos.

Vejamos o que diz o Art. 42º do Código de Defesa do Consumidor CDC Lei 8.078/90:

Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.

Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8078.htm

Já a Lei 9.870/99 que dispõe sobre o valor total das anuidades escolares em seu Art. 6º estabelece que

Art. 6º São proibidas a suspensão de provas escolares, a retenção de documentos escolares ou a aplicação de quaisquer outras penalidades pedagógicas por motivo de inadimplemento, sujeitando-se o contratante, no que couber, às sanções legais e administrativas, compatíveis com o Código de Defesa do Consumidor, e com os arts. 177 e 1.092 do Código Civil Brasileiro, caso a inadimplência perdure por mais de noventa dias.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9870.htm

Escolas privadas podem se negar a dar a transferência para alunos inadimplentes?

Não, escolas particulares não podem se negar a conceder quaisquer documentos necessários para a transferência do aluno para outras instituições de ensino. No entanto a lei permique que faça cobrança dos pagamentos em aberto utilizando meio de notificações, protestos ou ações judiciais.

O Art. 5º da 9.870/99 em seu parágrafo § 2o diz que os estabelecimentos de ensino fundamental, médio e superior deverão expedir, a qualquer tempo, os documentos de transferência de seus alunos, independentemente de sua adimplência ou da adoção de procedimentos legais de cobranças judiciais.

Conclusão

A inadimplência é a cauda da falência de muitas instituições de ensino. Neste artigo aprendemos que algumas ações simples podem reduzir drasticamente a inadimplência e melhorar a saúde financeira da sua escola.

E para lhe auxiliar na redução da inadimplência escolar, que tal conhecer um pouco mais sobre o trabalho da nossa empresa? Nós desenvolvemos um sistema online para gestão educacional e financeira que poderá se tornar um aliado na busca dos objetivos de sua instituição.

LEITURAS RECOMENDADAS:

Gestão financeira escolar: O proesc é especialista

Gestão financeira para escolas e cursos: 7 dicas de como manter o controle sobre as despesas

Gestão escolar: tudo o que você precisa saber

Assine a newsletter do Proesc

Quer receber todas as novidades do mundo educacional em primeira mão? Então assine a newsletter do Proesc e receba conteúdos mais atuais do blog do Proesc.

Curta a página do Proesc no Facebook e seja o primeiro a receber as principais novidades e conteúdos educacionais. Para curtir é só clicar no botão Like Page a seguir.

O que achou desse conteúdo? Deixe seu comentário